+ Missão

+ A Fundação

+ Departamentos

+ Publicações

+ Eventos

+ Visitas de Estudo

+ Projectos Humanitários

+ Protocolos Institucionais

+ Contactos

+ Ligações

 

"Defesa e Divulgação da Língua
 e Cultura Portuguesa"

 

Alvaro Rêgo Cabral
Condição Humana

 » voltar para Publicações

54








COLECÇÃO MEMÓRIAS

Nº 3 | 222 páginas | 2010
Formato: 160 x 230 mm

P.V.P. 17,00€
Encomendar


NANIDADE TELÚRICA QUE ABARCA O UNIVERSO
AFERINDO DE SI E DA PRODIGALIDADE EXISTENCIAL

«Que mudar de opinião em alegrias,
Com espantos de perplexão luminosa,
E até de melancolia cor-de-rosa,
Plácida, reformadora e benigna
(como pétalas murchas e nostalgia amorosa)
É sempre, sempre, sempre..., lídimo crescer...!
Altear para mais nóbile altar...!
Por ser passo em frente no próprio caminho,
Augir em amor e alvuras de fé,
Ultrapassar aquilo que já se é...,
Para, em estirpe de mais glória, renascer...!!!

***



Confrades!, há que nunca, nunca olvidar que a condição humana configura uma realidade especifíssima...! De multidocumentada evolução de milhões e milhões de anos… Sim! Multidocumentada! Re-reitero! A qual, hoje, é reconhecida (ou não-negada) pelos expoentes de todas as feições e quadrantes do filosofar... Do cientificar… Do teologizar… Do musicar; do esculpir; do prosar; do poetar e do próprio religiosar…! E até do politicar!... Na assumpção de que poderá ainda haver para ela (condição humana) um enorme e fabuloso futuro de requintamentos da sua especificidade evidente… Que nos alteia, e diferencia, transcendentemente. E faz anelar por que se cumpra...! Em pleno!...

Nós somos a espuma da alquimia telúrica evolucional…!!! E queremos protagonizar a sua expressão cimeira…! A fim de superarmos quanto já foi conseguido... Assomar ao que, por nós, até já foi reescrito; remusicado; filosofado; - em obras e obras de essência e transcendência universais, de todos os quadrantes, e por todos, todos aplaudidas...!!!!!»
   

 » voltar para Publicações                                                                                                                            » voltar ao topo